Archive for setembro \27\UTC 2009

h1

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

setembro 27, 2009

A atividade é complexa e cada vez mais necessária no mundo corporativo. Quem se forma em Sistemas de Informação planeja e organiza o processamento, o armazenamento e a recuperação de informações e disponibiliza esse material para usuários. Cria e instala programas para facilitar as consultas, monta e gerencia bancos de dados e desenha a arquitetura de homepages. Além disso, administra o fluxo de informações gerado e distribuído dentro de uma empresa. “Sua principal função é entender os problemas de uma companhia e conseguir solucioná-los por meio da aplicação de ferramentas de mercado ou da confecção de sistemas próprios”, explica Euler de Almeida Barbosa Junior, consultor sênior da CIS Corporate, consultoria de São Paulo. Segundo o consultor, a facilidade de processar e utilizar informação de forma rápida deixou de ser, nos últimos dez anos, um diferencial e virou padrão para empresas de qualquer porte. Formação continuada é essencial para o profissional de sistemas da informação. A cada dia surgem novos recursos e ferramentas e especializar-se é praticamente uma questão de sobrevivência. É preciso ainda dominar, além do inglês, língua universal da informática, o espanhol.”Esse profissional não tem horários fixos e participa de reuniões freqüentes. Afinal, é mais importante ouvir o cliente do que falar. Outras recomendações são saber trabalhar em equipe, lidar com prazos apertados e ter disponibilidade para viagens. Os projetos podem durar meses. Como consultor, nunca se tem uma mesa fixa no local de trabalho. Apesar da agitação e do volume de tarefas, a remuneração é boa se comparada a outras carreiras”, diz.

O mercado de trabalho

A área continua aquecida. “As empresas estão desesperadas procurando por profissionais nas universidades”, diz Hugo Bastos de Paula, coordenador do curso de Sistemas da Informação da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). Grandes multinacionais como a IBM, Microsoft e Motorola oferecem cursos de certificação para os universitários, preparando-os de acordo com as necessidades do mercado. Além de capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Recife, cidades de porte médio, como Curitiba (PR), Campinas (SP) e São José dos Campos (SP), absorvem muitos profissionais. Há chances também no sul de Minas, no interior de Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, onde algumas companhias começam a exportar softwares. A maior parte das vagas está em bancos, indústrias, seguradoras e empresas de telefonia e internet. Uma área de atuação promissora é a da educação. Há oportunidades tanto para a docência, com o aumento das faculdades de Sistemas de Informação, como para desenvolver programas para cursos a distância. O setor de segurança na internet não fica atrás. Grandes empresas e bancos buscam esse profissional para atuar no suporte aos usuários, criar e monitorar programas de segurança da informação em seus sites e cuidar dos bancos de dados. As companhias dos setores de telefonia e de internet costumam contratar o bacharel para a prestação de serviços em consultoria.

√ O curso

A exigência básica para quem vai ingressar no curso é gostar muito de matemática. Cálculos e raciocínio lógico acompanham o aluno durante os quatro anos de curso. Entre as matérias específicas, estão linguagem de programação, bancos de dados, sistemas de informação, redes de computadores e inteligência artificial. Estágio e um projeto de conclusão de curso são obrigatórios. Fique atento na hora de inscrever-se para o vestibular. Algumas faculdades se voltam mais para os aspectos administrativos da profissão, outras, para os de computação. Outras instituições, ainda, oferecem licenciatura em Computação e em Informática.
Outros nomes: Adm. de Sist. de Inf.; Anál. de Sist.; Anál. de Sist. e Tecnol. da Inf.; Anál. de Sist. e Tecnol. da Inf. (sist. e tecnol. da inf.); Anál. de Sist. e Tecnol. da Inf. (tecnol. da inf.); Comput.; Comput. (sist. de inf.); Inform.; Inform. (anál. de sist.); Inform. (sist. de inf.).

O que você pode fazer

» Ensino
Lecionar em escolas públicas ou particulares de ensino fundamental, médio e técnico ou em faculdades.

» Fluxo de informação
Modernizar e agilizar o processo de comunicação de uma empresa, criando, adaptando e instalando programas.

» Logística
Planejar e administrar rotas, sistemas de armazenagem e o tempo de entrega de produtos.

» Marketing e vendas
Gerenciar a comercialização de equipamentos, periféricos e softwares.

»  Modelagem
Construir modelos matemáticos que simulem situações reais, a fim de antever e prevenir problemas.

»Suporte técnico

Fazer a manutenção dos programas básicos e da rede de computadores de uma organização.

»Webdesign
Cuidar da estética e da funcionalidade de sites da internet.

Anúncios
h1

Fatores relevantes para otimização de sites

setembro 26, 2009

BuscadoresA SEOmoz realiza a cada 2 anos uma pesquisa de fatores que mais influenciam na Otimização de Sites. Com a acirrada competição do mercado, uma empresa que tenha seu site na primeira página do Google leva enorme vantagem sobre os concorrentes, principalmente pelo fato de que nessa primeira página do Google só há espaço para dez empresas.

Mensalmente são realizadas mais de 1 bilhão de buscas no Brasil e esse volume só tende a aumentar com a maior difusão da rede entre os brasileiros.

A Otimização de Sites possibilita que esse mercado seja direcionado para a sua empresa e não para seus concorrentes.

Vários profissionais de SEO participam e, de acordo com a pesquisa, os principais fatores são:

  1. Texto âncora de links externos;
  2. Uso de palavras-chaves no título;
  3. Simples popularidade de links (quantidades de links);
  4. Diversidade de domínios com links para o site;
  5. Uso de palavra-chave no nome de domínio.

Texto âncora de links externos

São os textos dos links apresentados em outros sites, fazendo referência para seu site.

Se as palavras-chave de seu site estiverem embutidas nestes links, melhores serão suas chances de obter um bom posicionamento nos buscadores.

Conseguir links externos não é uma tarefa fácil. É necessário um bom trabalho de assessoria de imprensa web, além de participar de fóruns, blogs, comunidades, realizar divulgação de textos, manter o site atualizado, tarefas que devem ser feitas no mínimo semanalmente.

Uso de palavras-chaves no título

O título da página é muito importante, cada página do site deve ter um título específico, ou seja, o título deve ter total coerência com o conteúdo apresentado na página.

É importante utilizar a palavra-chave logo no início do título, esta é a primeira informação que um mecanismo de busca identifica em seu site.

Simples popularidade de links – quantidade de links

A quantidade de links (internos e externos) para seu site também é um fator muito importante. Cada link é tratado como um voto para suas páginas, porém, o Google é muito criterioso em relação a isso.

Receber links de uma página em que o conteúdo não tenha relação com o conteúdo de seu site, não vai adiantar muito, é importante obter links de boas referências.

Diversidade de domínios com links para o site

Nada adianta ter milhares de links vindos de uma unica página, é necessário que os links estejam distribuídos em diferentes sites.

Quanto maior o número de sites apontando para as suas páginas, melhores são as chances de obter um bom posicionamento.

Uso de palavra-chave no nome de domínio

Utilizar a palavra-chave no nome do domínio facilita bastante no processo de SEO. Mas isso nem sempre é possível, normalmente os sites utilizam o próprio nome da empresa e não desejam migrar para outros domínios. Uma alternativa, é utilizar a palavra-chave nas página internas.

Outros fatores

A pesquisa cita também que produzir conteúdo único, hospedar o site em um servidor nacional e Pagerank são fatores importantes para o posicionamento.

Os fatores negativos também foram citados, compra de links e manipulação de conteúdo são as piores práticas.

Acesse a lista completa em: http://www.seomoz.org/article/search-ranking-factors.

Autor: Flávio Torelli

h1

Bem Vindos

setembro 24, 2009

Este é o blog de Sistemas de Informação. Feito com o intuito de auxiliar aos estudantes de “SI” postando materiais , dicas sobre tecnologias e novidades na area da informatica.